SECURITIZAÇÃO

O QUE É?

O Certificado de Recebíveis do Agronegócio, mais conhecido como CRA é definido por lei como título de crédito nominativo, de livre negociação, lastreado em créditos do agronegócio, e constitui promessa de pagamento em dinheiro. O CRA é de emissão exclusiva das companhias securitizadoras.

A securitização é uma forma de converter recebíveis em valores mobiliários para oferta ao mercado de capitais. O termo "securitização" no Brasil veio da expressão inglesa "securities"(valores mobiliários), mas o nome que mais reflete a operação é titularização (ou seja, transformar em um título), termo usado em outros países que falam português. Uma empresa que possui um ou mais recebíveis do agronegócio, como exemplo CPR-F, Duplicatas, Contratos Mercantis com pagamento a prazo pode utilizar a securitização para antecipá-los. Por exemplo: uma empresa ligada ao fornecimento de insumos agropecuários, como fertilizantes, defensivos ou máquinas e implementos agrícolas vende a prazo para seus clientes, muitas vezes dando prazo safra para pagar, em seguida vende esses recebíveis para a securitizadora, recebendo à vista os recursos; ou uma empresa do agronegócio que tem contratos de fornecimento de produtos do agronegócio, pode antecipar esse fluxo por meio da securitização.

Para as empresas, trata-se de uma importante ferramenta de desintermediação financeira que possibilita a captação de recursos diretamente no mercado de capitais, com prazos que podem chegar entre 3 a 7 anos. Além disso, a securitização possibilita uma customização que pode viabilizar diversos modelos de estruturas financeiras com recebíveis, buscando sempre a alternativa mais adequada para a emissão.

Para os investidores, é uma alternativa de investimento em que a customização traz diversas opções de rentabilidade que podem ser adaptadas à estrutura da securitização, que pode ser prefixada ou acompanhar diversos indexadores. Outra vantagem é que, de acordo com o objetivo da estrutura, o título pode tanto correr o risco da empresa originadora dos créditos, quanto o risco diversificado dos recebíveis que lastreiam o título.

Copersucar R$82.000.000,00 Coteminas R$270.000.000,00 Mosaic R$89.697.000,00 Nardini R$120.000.000,00 Raizen  R$675.000.000,00 Syngenta R$79.485.000,00

MERCADO

2009 Foi a líder em securitizações com lastro pulverizado (fonte: Uqbar), mesmo operando somente 6 meses.

2010 O resultado é que em menos de três anos de operações já emitimos mais de R$ 5 bilhões de CRI, em mais de 60 operações. Emitimos os primeiro CRI pulverizado AAA (bra) pela Fitch Ratings.

2011 novembro de 2011, atingimos pela primeira vez o primeiro lugar no ranking anual de emissões. Mas o nosso foco não é market share, mas sim um bom serviço e que nos remunere adequadamente !!!

2012 Estruturamos e emitimos o maior CRI da história, com recebíveis da CAIXA, mais de 30 mil créditos. Fizemos operações com shoppings, algumas das maiores incorporadoras, empresas, bancos de investimento e bancos comerciais.

2013 Estruturamos e emitimos o maior de CRI de todos os tempos.

2014 É a melhor empresa!

Rua Ministro Jesuíno Cardoso, 633 • 8º andar • 04544-051 • Vila Olímpia • São Paulo SP

Tel.: +55 11 3047-1010

atendimento@grupogaia.com.br